Digite o que você está procurando

Parapente - Google Notícias

Translate

domingo, 21 de dezembro de 2014

Cachoeira de Macacu - Rampa de Papucaia - RJ

Altitude: 635m. Desnível: 610m. Quadrante: NE|N|NW|W

Rampa de voo livre de Papucaia - Cachoeiras de Macacu - RJ
Local: Rampa de Papucaia - Cachoeiras de Macacu - RJ
Altitude: 635 metros
Desnível: 610 metros
Quadrante: NE|N|NW|W
WayPoint: 22° 36' 26.478"S 42° 41' 48.548"W

Acesso: Ao chegar em Papucaia, entrar na estrada da
granada e subir a serra do soarinho, existem placas informando a direção
da rampa em todas as bifurcações.

Decolagem: 1 rampa de decolagem no quadrante W e outra maior no quadrante N com decolagens simultâneas para 3 parapentes.
Pouso: Áreas de pouso bem diversificadas com pasto
gramado em todo o lugar, procure pousar próximo a estrada principal para
facilitar o resgate, mas tome cuidado com o fio elétrico paralelo a
mesma.

Melhor Época: O ano inteiro.
Clube Responsável: Sem registro.

Prós: Térmicas suaves de 2 a 5 m/s. Opção de cross para qualquer lado, facil resgate pois existe estrada em todo lugar.
Contras: Fique esperto no verão com as formações de CB's apartir de 13h.
Informações gerais: Retaurante Mineira - fale que é voador e ganhe desconto - em frente a entrada de Papucaia
Recordes: Andre Do Ponte Celestino 194 km, Cayene 4 até Itaguaí (http://xcbrasil.com.br/leonardo/flight/90998)
(Parapente).

Informações por : Paulo Roberto Figueiredo A Filho (Pepê).
Cachoeira de Macacu - Rampa de Papucaia - RJ

PRIMEIRO FESTIVAL DE NATAL


segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Morador tem curso de voo livre gratuito na Baixada | Brasil 24/7

Fotos: Afonso Urbieta/Arquivo pessoal / Lucas Almeida:
Iniciativa é das prefeituras de Mesquita e Nilópolis, onde estão localizadas, respectivamente, a Rampa da Paz e a área de pousos. Treinamento foi iniciado há um ano e, desde então, cerca de 20 alunos concluíram as aulas. Caso pagassem pelo preparatório, cada um pagaria entre R$ 3 mil e R$ 4 mil, fora os equipamentos, que custam de R$ 5 mil a R$ 8 mil.

Favela 247 – Fora do roteiro convencional de voo livre no Rio de Janeiro, a Rampa da Paz, com 170 metros de altitude, no Morro da Chatuba, em Mesquita, na Baixada Fluminense, surge como alternativa para os amantes do esporte. Para quem ainda não tem experiência, a Secretaria de Turismo de Nilópolis, onde está o Parque Nacional de Gericinó, local dos pousos, oferece um curso de parapente, em parceria com a Prefeitura de Mesquita. As aulas, que podem custar de R$ 3 mil a R$ 4 mil, são oferecidas gratuitamente aos moradores. Também são fornecidos os equipamentos utilizados nas práticas, que custam de R$ 5 mil a R$ 8 mil. São abertas cinco vagas a cada turma, e as aulas duram de três a seis meses, dependendo do desenvolvimento do aluno. O treinamento foi iniciado em novembro de 2013 e, desde então, cerca de 20 alunos concluíram o curso. “Alguns alunos chegam aqui fora de forma. Eu dou uma força a eles e pratico corrida com uns antes de irmos para a parte técnica. Muitos emagrecem bastante praticando o esporte”, conta o instrutor Afonso Urbieta, em matéria do Viva Favela. Foi ele quem teve a ideia de construir a rampa. “Conheci um morador da região e pedi que ele me ajudasse a abrir caminho até o topo. Fizemos isso muitas vezes até que eu aprendesse o trajeto e pudesse abrir a trilha”, lembra.
 
Por Andressa Cabral, para o Viva Favela
Na Rampa da Paz, medo vira liberdade
Fora da rota da Pedra Bonita e do Parque da Cidade, dois picos de voo livre do Rio de Janeiro e de Niterói, respectivamente, há, na Baixada Fluminense, uma nova alternativa para os amantes do esporte: a Rampa da Paz, localizada em Mesquita. Embora não seja tão alta quanto os outros picos (a Pedra Bonita tem 520m de altura e o Parque da Cidade, 270m), a rampa, com seus 170m de altitude, atrai não apenas o interesse dos praticantes de parapente e asa-delta, mas também das prefeituras de Mesquita e Nilópolis.
Para que os moradores da região pudessem aproveitar a rampa, a Secretaria de Turismo de Nilópolis passou a oferecer um curso de parapente, em parceria com a Prefeitura de Mesquita. No alto do Morro da Chatuba fica a Rampa da Paz, ponto de partida do parapente e onde está a pista de decolagem de asa-delta. E em Nilópolis está o Parque Nacional de Gericinó, local dos pousos. O parque fica na Área de Proteção Ambiental (APA) do Gericinó-Mendanha e faz parte do município de Nilópolis desde 2009. Antes, o parque estava sob proteção do Exército.
Se hoje a Rampa da Paz é um espaço voltado para a experimentação da liberdade, há dois anos o pico do Morro da Chatuba foi palco de uma tragédia. A rampa recebeu este nome depois de uma chacina na favela, em setembro de 2012. Seis jovens, de 16 a 19 anos, caminhavam em direção à cachoeira do Parque Natural de Gericinó, quando foram confundidos com traficantes de uma facção rival e executados. Dias depois, os corpos foram encontrados lado a lado próximos à Rodovia Presidente Dutra, com marcas de tortura. Outras três pessoas teriam sido mortas no mesmo fim de semana.
Engana-se quem pensa que voar de parapente é algo simples. Antes de pegar o equipamento e alçar voo, os alunos passam por uma forte preparação, tanto técnica quanto física. Afonso Urbieta, instrutor e praticante de esportes radicais como paraquedismo, asa-delta, mergulho e parapente, treina bastante com seus alunos. O equipamento, com cerca de 20kg, demanda muita força e resistência do praticante. “Há alguns alunos que chegam aqui fora de forma. Eu dou uma força a eles e pratico corrida com uns antes de irmos para a parte técnica. Muitos emagrecem bastante praticando o esporte”, conta entusiasmado.
Segundo Urbieta, a ideia de construir a rampa foi dele. Após a chacina da Chatuba, ele passou a observar o pico do morro da reserva e a buscar uma forma de concretizar sua ideia. Começou a pesquisar o local e a conhecer quem morava nas redondezas. A instalação da UPP ajudou Urbieta a fazer o reconhecimento da área: “Conheci um morador da região e pedi que ele me ajudasse a abrir caminho até o topo. Fizemos isso muitas vezes até que eu aprendesse o trajeto e pudesse abrir a trilha”, lembra.
O instrutor entrou para a Secretaria de Turismo de Mesquita e conseguiu colocar sua ideia em prática. Após articulação entre as prefeituras de Mesquita e Nilópolis, a rampa foi construída e inaugurada em 2013. No mesmo ano, a Secretaria de Turismo nilopolitana criou um curso de parapente, ministrado por Urbieta. “Foi tudo pensado com calma para fecharmos essa parceria com Mesquita. Oferecemos nosso parque para ser a pista de pouso e assim estender o tempo do voo daqueles que saltam. Também sugerimos fazer um curso para dar oportunidade àqueles que querem (saltar), mas só acham curso no Centro do Rio”, afirmou Márcia Cristina Ferreira, secretária municipal de Turismo de Nilópolis. O primeiro voo foi realizado em 5 de julho de 2014.
O curso, que pode custar de R$ 3 mil a R$ 4 mil, é oferecido gratuitamente aos moradores. Além disso, a Prefeitura de Nilópolis oferece o equipamento utilizado nas aulas práticas, que custa de R$ 5 mil a R$ 8 mil. Por vez, são abertas cinco vagas e as aulas duram de três a seis meses, dependendo do desenvolvimento do aluno. O treinamento foi iniciado em novembro de 2013 e, desde então, cerca de 20 alunos concluíram o curso.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Veja como foi a Primeira Confraternização AVLADUC 2014

Foto
A AVLADUC (Associação de Vôo Livre e Amigos de Duque de Caxias) agradece aos pilotos e familiares que paticiparam desse nosso evento.
Foto
Agradecimento a todos os nossos patrocinadores...
Foto: CONFRATERNIZAÇÃO AVLADUC 2014 TEM NOVA DATA: 23 E 24 DE AGOSTO
Um agradecimento especial a Prefeitura de Cachoeiras de Macacu que não mediu esforços para a realização da 1a. Confraternização AVLADUC / 2014 e o apoio da Guarda Municipal.
Foto
A AVLADUC agradece também (pelo apoio) ao Governo do Estado do Rio de Janeiro (em particular a Polícia Militar).
Foto
Além do parapente (com voos duplos panorâmicos) tivemos outras atrações: paratryke, paramotor, ultraleve e aeromodelismo.
O evento aconteceu entre os dias 23 e 24 de agosto de 2014 no Sítio Due Aquile (Papucaia) de propriedade do Sr. Paulo.
Foto: Parabéns todos
Principalmente Rafael Aquino
Meu filho 
Primeira competicao
Sexto lugar
Classificação dos 7(sete)primeiros colocados: 
1º 21-Gladistone (Chille2)
2º 01-Rodrigo Ribeiro(Ellus five)
3º 05-Luis Bernardes (Zenith Evo)
4º 50-André (Cayenne4)
5º 49-Vander Vitor (Chile 3)
6º 12-Robson Matos (Cayenne4)
7º 43-Rafael Crespo (Pegasus 4)
Foto

ENCONTRO DE PARAPENTE DE BOM JARDIM - 20/SET/2014

Foto